quarta-feira, 30 de julho de 2008

Teclado Multimídia no GNU/Linux

Recentemente comprei um teclado multimídia Pleomax modelo PKB-7000X com conexão USB, ele foi reconhecido pelo sistema, mas os botões de atalho Back, Forward e Stop não funcionavam.

Pensei um pouco e resolvi usar o utilitário xmodmap para remapear as teclas para os respectivos eventos.

Para descobrir o código de cada tecla (keycode) usei o programa xev em um terminal e após pressionar cada tecla, foram impressos no terminal seus respectivos códigos.

De posse dos códigos agora vem o trabalho do xmodmap, que para remapear a tecla Back procedemos como demonstrado a seguir:

$ xmodmap -e "keycode 234 = XF86Back"

após esse comando ser executado a tecla Back funcionará no Firefox para voltar uma página no histórico.

No entanto, esta alteração só valerá enquanto durar a sessão atual, então vem a questão: "Como fazer para que esses ajustes sejam feitas a cada nova sessão?"

Um método é utilizar o arquivo $HOME/.xmodmaprc e colocar nele todos os mapeamentos desejados. Dito isso, vejam só como ficou meu arquivo xmodmaprc:

keycode 234 = XF86Back
keycode 233 = XF86Forward
keycode 232 = XF86Stop



Na próxima vez que uma sessão for iniciada, uma janela será exibida perguntando qual arquivo xmodmaprc carregar. Então selecione o arquivo .xmodmaprc listado no lado esquerdo, pressione os botões Carregar e OK. Se não quiser que essa pergunta seja feita novamente, marque a opção Não mostrar esta mensagem novamente.

domingo, 13 de julho de 2008

Rock Band, Guitar Hero e Frets On Fire: Editor de músicas não existe?

Sexta-feira passada escutava a Band FM quando dois comentaristas falavam sobre os jogos Guitar Hero e Rock Band, mostrando as qualidades e fraquezas das novas versões. Em um determinado momento um dos comentaristas falou que em pouco tempo os produtores desses softwares colocariam um editor de músicas. Ele não sabe, mas esse recurso já existe no jogo gratuito Frets On Fire que tem versões para Windows, Linux e Mac.

Há muito tempo vejo idéias surgirem no mundo dos códigos abertos/softwares livres (CA/SL) e serem copiadas em softwares proprietários e levarem o crédito pelo pioneirismo. Os produtores de software proprietário conseguem levar o crédito pelo fato do grande investimento em propaganda, coisa que praticamente inexiste no mundo CA/SL.

Como a forma de divulgação do CA/SL se dá pela propaganda boca-a-boca estou fazendo aqui a minha parte.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Como retirar um diretório da busca do "Analisador de Utilização do Disco (a.k.a Baobab)"

O Analisador de Utilização do Disco (Baobab) é uma ferramenta bastante útil para o usuário descobrir quais sistemas de arquivos ou diretórios estão utilizando mais o disco (ou storage).

Entretanto em sua configuração padrão ele faz uma busca em uma pasta (diretório) entrando recursivamente em todas as outras pastas, mas em determinadas situações queremos que uma determinada pasta não seja varrida. Então para resolver este problema precisamos utilizar a ferramenta de configuração do Gconf conhecida como gconftool-2 da seguinte forma:


gconftool-2 --type list --list-type string --set /apps/baobab/properties/noscan "[/dir/nao/varrido]"


dessa forma a pasta /dir/nao/varrido não será varrida durante o processo análise de utilização do disco.

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Como ter acesso aos arquivos do Motorola Z6 no Linux

Referências:
http://ubuntuforums.org/archive/index.php/t-557687.html

Instale o pacote que fornece o MTPFS (Media Transfer Protocol File System):

$ sudo apt-get install mtpfs


Verifique se você está no grupo fuse com o comando id


$ id
uid=1000(usutest) gid=1000(usutes) grupos=4(adm),20(dialout),24(cdrom),25(floppy),29(audio),30(dip),44(video),46(plugdev),100(users),104(scanner),106(fuse),108(lpadmin),110(admin),115(netdev),117(powerdev),120(vboxusers),1000(usutest)


No seu Motorola Z6 vá em Menu Principal->Configurações-> Conexões->Configurações USB e mude para 'Sincronização Mídia'

Conecte o celular na porta USB do computador, então aparecerá uma janela perguntando se você quer importar fotos, se responder Ignorar vá para o passo 1, mas se a resposta for Importar siga para o passo 2.

1. Após responder Ignorar, execute os seguintes comando em um terminal:


$ mkdir ~/MTPz6
$ mtpfs ~/MTPz6


Aparecerá um ícone nomeado MTPz6 na área de trabalho, então clique nele e uma janela do Nautilus será aberta exibindo os arquivos presentes no diretório de mídia do seu Z6. Agora você pode arrastar e soltar arquivos nesta janela como qualquer outra janela de diretório do seu HD.

Quando todas as operações de escrita terminarem não esqueça de desmontar o drive MTPz6 antes de desconectar o cabo USB. Para tanto, execute o comando


$ fusermount -u ~/MTPz6


2. Se você respondeu Importar, o seu programa de fotos padrão será aberto exibindo uma janela de importação de fotos, no entanto se o seu objetivo é gerenciar músicas na memória do Z6, então feche o programa de fotos e abra o Rhythmbox (Aplicações->Som & Vídeo->Reprodutor de Músicas Rhythmbox), vá em Editar->Plugins, localize o plugin Reprodutores Portáteis - MTP , selecione-o e feche a janela Configurar os Plug-ins.



Então aparecerá um ícone (como mostrado acima) nomeado Z6 no painel esquerdo na lista de Dispositivos, agora é só arrastar as músicas para lá e elas serão gravadas no aparelho. Não esqueça de desconectar logicamente o Z6 antes de remover o cabo, para tanto clique no ícone do Z6 com o botão 2 do mouse e escolha Ejetar.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Gerenciar músicas em cartões de memória, pen drives, etc. com o Rhythmbox

Recentemente coloquei um cartão de memória SD de 1 GB no meu celular Nokia e precisava copiar músicas do meu computador para o cartão. Só que havia um problema, ao arrastar as músicas do Rhythmbox para o cartão as músicas ficavam com o formato original do arquivo que era Ogg Vorbis, mas o tocador do celular não aceita este formato e até onde eu sei ele só aceita MP3 e AAC.

Normalmente quando conectamos um DAP (Digital Audio Player) ao Linux (Ubuntu 8.10) e usamos o Rhythmbox para manejar as músicas, a maioria desses dispositivos é reconhecida, e quando arrastamos alguma música do programa para o dispositivo, a mesma é convertida para um formato suportado quando se faz necessário.

Então vem as questões:

Como fazer para que quando um arquivo de música seja arrastado para um cartão, ela seja convertida?
Como fazer para que as músicas sejam copiadas para uma determinada pasta?

Estas duas questões podem ser respondidas com: "Crie um arquivo denominado .is_audio_player na raiz do sistema de arquivos do seu cartão de memória, pen drive, ou que for."

Quando um cartão de memória é "espetado" no sistema uma janela do Nautilus é aberta exibindo o conteúdo do diretório raiz, então clique com o botão 2 do mouse num espaço vazio dessa janela e selecione Criar Documento->Arquivo Vazio, renomeie o arquivo para .is_audio_player, abra-o com o editor de texto e coloque nele o seguinte conteúdo:


audio_folders=MUSICAS/,RECORDS/
folder_depth=2
output_formats=audio/mpeg


Nesse exemplo os diretórios MUSICAS/ e RECORDS/ no seu cartão de memória serão gerenciados e os arquivos serão convertidos para MP3, se quiser suporte para Ogg Vorbis e WMA utilize a seguinte configuração:


audio_folders=MUSICAS/,RECORDS/
folder_depth=2
output_formats=application/ogg,audio/x-ms-wma,audio/mpeg


Se ao abrir o Rhythmbox o seu cartão de memória não for mostrado no painel do lado esquerdo, selecione Música->Examinar Mídias Removíveis que será feita uma detecção dos dispositivos de armazenamento que contém o arquivo .is_audio_player.

Referências:
Guide/DAPs/MassStorageDevices - Banshee
http://forums.sandisk.com/sansa/board/message?board.id=view&message.id=6895