sábado, 3 de maio de 2008

Cadê o /etc/inittab no Ubuntu?

Precisei desativar a carga de alguns processos durante o processo de boot do sistema, em especial os processos getty que são iniciados para os terminais tty3, tty4, tty5 e tty6. Fui procurar pelo arquivo /etc/inittab que tradicionalmente era usado para configurar os processos carregados durante o boot. Eu já sabia que o Ubuntu há algum tempo usa o upstart para realizar a gestão de processos do sistema, mas não havia ainda pesquisado nada sobre como utilizá-lo, pois trabalho mais com Red Hat Linux, CentOS, AIX, dentre outros que ainda usam o inittab para essa gestão.

Após uma breve pesquisa vi que a configuração do upstart equivalente ao inittab reside em /etc/event.d, lá ficam os arquivos de configuração de cada processo que deve ser controlado pelo upstart. Por exemplo, o arquivo tty3 controla o processo getty para o login no terminal /dev/tty3 (CTRL+ALT+F3) e tem o seguinte conteúdo:


# tty3 - getty
#
# This service maintains a getty on tty3 from the point the system is
# started until it is shut down again.

start on runlevel 2
start on runlevel 3
stop on runlevel 0
stop on runlevel 1
stop on runlevel 4
stop on runlevel 5
stop on runlevel 6

respawn
exec /sbin/getty 38400 tty3


De onde podemos extrair as seguintes informações:

  • Este processo é iniciado nos níveis de execução 2 e 3;
  • Deve ser parado nos níveis 1, 4, 5 e 6;
  • Deve ser re-executado sempre que cair (respawn);
  • E comando a ser executado é /sbin/getty 38400 tty3
Então se quisermos que esse processo não seja iniciado no runlevel 2, basta substituir a palavra-chave start por stop na seguinte linha:


start on runlevel 2


ficando assim:


stop on runlevel 2


O upstart fornece alguns comandos para a gestão dos processos durante o funcionamento do sistema, esses comandos são: start, stop e status. Tais comandos podem ser utilizados para iniciar, para e consultar o estado de um determinado processo. Para consultarmos o estado do processo getty para o tty3, usamos o seguinte comando:


$ sudo status tty3
tty3 (start) running, processo 4837


Comecei agora a estudar o upstart, no entanto percebi que existem várias possibilidades a explorar.